Blog

13 dez
2017

Não quer extrapolar nas compras de Natal?

Separei nesse texto 6 dicas que vão te ajudar a manter o equilíbrio nas finanças mesmo com tantos gastos extras.

O clima de Natal contagia a todos. Essa época é uma delícia  pois em geral celebramos com as pessoas queridas a amizade e as conquistas do ano que está para acabar. Eu, pelo menos, amo tudo isso!

Junto com tudo isso vem uma série de gastos extras com: idas a restaurantes, confraternizações, compra de roupas novas e também presentes. A lista de presentes  costuma crescer a cada ano… amigo secreto, familiares, amigos, lembrancinhas para professores, fornecedores, clientes e funcionários

Se não tomarmos cuidado, no  final das contas, começamos  o ano endividados, principalmente quando somos  surpreendidos , em janeiro, com diversos impostos (IPVA, IPTU e outros), além de parcelas no cartão e outras despesas.

Afinal como fazer para planejar seu orçamento  e não prejudicar seu bolso? #dica: planejar estrategicamente sua vida financeira! Pra te ajudar nisso, separei umas dicas:

  • Faça um orçamento de quanto pretende gastar.

Minha gente , isso é o inicio de tudo. Precisamos saber qual o valor global que será destinado para compra de presentes e também gastos com confraternização. Lembre-se: não é porque recebemos 13º Salário ou até mesmo férias que devemos gastar tudo! Não é aconselhável gastar todo esse valor. Lembre-se dos seus objetivos de poupança e também dos outros projetos como viagens e compromissos de início de ano! Ah, outro detalhe: pense bem antes de parcelar em 4..6..10 vezes suas compras de final de ano. O ideal é conseguir descontos e pagar a vista!

  • Liste as pessoas que serão presenteadas

Não tem como planejar se não soubermos quantas pessoas serão presenteadas, e que relação temos com elas. Precisa fazer a famosa listinha para que auxilie na hora de distribuir o valor que foi destinado para essas compras. Aqui, eu sou bem direta, mas acho que não cabe hipocresia. Precisamos ser sinceros conosco mesmo, só vale a pena presentear aquelas pessoas que realmente tem significado pra nós e para nossa família.

  • Tenha critério na hora de selecionar presentes.

Quem me conhece sabe que uma coisa que eu carrego comigo é o fato de prestar atenção no que eu espalho no mundo. Me preocupo, principalmente com as crianças, com o que estou espalhando por aí. Gosto de ter esse cuidado. Presentear com propósito. Gosto muito de pensar realmente no que aquela pessoa gosta, costumo fugir dos vale presentes! Acredito inclusive que quando pensamos assim costumamos gastar menos e somos mais acertivos. Aqui vale mais o significado do que a grife. Um exemplo é aquele presente para avó, um porta retratos com uma foto linda de toda família. Tenho certeza que vale mais que qualquer vidro de perfume francês… ( pelo menos pra minha…kkk).

OBS: eu gosto de fazer os presentes também! Se você é dessas que coloca a mão na massa… agora é a hora! As pessoas costumam amar! Afinal fica tudo com mais significado e afeto!

  • Antes de ir as compras, faça uma lista!

Essa dica é relacionada à anterior. Gosto de pensar antes de sair qual a opção de  presente para cada pessoa da lista. Costumo fazer isso sempre! Gosto também de dar uma olhada na internet e muitas vezes compro por lá!

  • Fuja de presentes que não condizem com sua realidade financeira.

No meu ponto de vista o que vale na hora de comprar é a minha realidade financeira e não a de quem vai receber. Não é porque  a pessoa que vai receber só usa grifes super renomadas que eu vou comprar algo além do que posso. Aquele famoso “ mas ela tem de tudo”! De novo: aqui vale o significado!  Existem  presentes passíveis de agradar de todos os preços. Foi a falta de noção que modificou muito o comportamento das famílias nos últimos anos. Antigamente todos se presenteavam com lembranças. A troca era incrível. A medida que as pessoas passaram a ficar cada vez mais exigentes esse costume começou a ser substituído pelos amigos secretos até mesmo na família…

Sei lá, eu acredito que o que  vale é o significado… e não o quanto custou!

  • Tenha uma reserva para eventualidades.

Vale sempre ter um orçamento folgado. Sempre pode aparecer mais um presentinho de ultima hora, uma ida ao restaurante com as amigas ou até um convite para um jantar em que seja delicado levar um presente para o anfitrião! Vale pensar nisso!!!

Se você tinha problemas para gerenciar esses gastos extras eu espero ter ajudado.

Eu me preocupo  muito que  você entenda o motivo que me leva a escrever essas coisas. Volto a repetir: NÃO acredito em fórmulas prontas. Cada um tem uma realidade e uma maneira de lidar com suas finanças assim como a  forma de se organizar. O que importa é que você escolha um sistema que te traga paz de espírito! Que a vida seja leve!

Eu escrevi o que  pratico e que funciona pra mim e pra  minha família. Eu sempre penso que minha experiência de organização e finanças pode ajudar também outras pessoas.

No mais, espero que você tenha  gostado. Desejo um mês muito festivo ao lado das pessoas que são importantes para você!

 

Beijos e até a próxima! 😉

 

a autora

Karina Valadares

Mãe, esposa, profissional de finanças e empreendedora. Dedico minha vida à consultorias financeiras pessoais, assessoria de investimentos e organização de rotina.

saiba mais